Como montar uma loja de material de construção

Como montar uma loja de material de construção
Aprenda a montar sua loja de materiais de construção. Saiba o valor do investimento e do estoque inicial, como escolher a localização, lista de fornecedores e dicas para aumentar as vendas.

Aprenda a montar sua loja de materiais de construção. Saiba o valor do investimento e do estoque inicial, como escolher a localização, lista de fornecedores e dicas para aumentar as vendas. Por isso, convidamos você a apreciar este conteúdo e compartilhá-lo com alguém que faça parte da liderança da sua empresa ou qualquer pessoa responsável pela parte tática do seu negócio. Convide-a a acompanhar todo o conteúdo, pois separamos uma dica para aumentar as vendas e apresentar uma ferramenta que você pode usar para planejar a sua loja de materiais de construção.

Primeiros passos de uma loja de materiais de construção

Montar uma loja de materiais de construção pode ser uma excelente escolha de negócio, com ótimas chances de sucesso se for bem administrada e precedida de um estudo do mercado local e um bom plano financeiro. De acordo com uma pesquisa realizada pelo SEBRAE, mais de 80% das empresas do segmento estão consolidadas no mercado há mais de dez anos. Isso demonstra a estabilidade de ganhos no ramo. Neste artigo, vamos abordar os seguintes temas: Concorrência e mercado, Melhor localização, Produtos que mais vendem, Estrutura e Equipamento, Fornecedores, Funcionários, Investimento Inicial, Faturamento e muito mais.

Concorrência e Mercado

É importante conhecer a situação do mercado na sua região antes de tirar a ideia do papel. Você terá basicamente dois tipos de concorrentes: as lojas de bairro e as grandes lojas. As lojas de bairro atendem a localidade e proximidades, são as que você mais precisa tomar cuidado no momento de escolher o ponto do negócio. Priorize bairros que não possuam uma loja. Se já existir, é provável que não tenha espaço para mais uma.

As grandes lojas de materiais de construção, por sua vez, são as que merecem atenção especial em razão de oferecerem preços melhores. A boa notícia é que você pode favorecer o seu negócio buscando a fidelização de clientes com atendimento e serviços personalizados, e isso não é tão fácil quanto parece. Diferenciais competitivos ajudam a vencer a concorrência e obter bons lucros, lembre-se disso.

Localização da Loja de materiais para construção

Dê preferência a montar a loja de materiais em bairros residenciais e de fácil acesso, e certifique-se de que possua espaço de estacionamento. Assim, aumentará as chances de conseguir novos clientes rapidamente, e melhor, evitará uma concorrência tão direta com as grandes lojas nas regiões centrais. Outra dica é tentar montar a loja em bairros novos, eles são uma boa oportunidade, pois costumam ter prédios e casas recém-construídos ou em construção, o que potencializa as chances de conquistar novos clientes. Claro, antes de decidir, o plano financeiro deve mostrar que é possível lucrar com a quantidade de clientes na região escolhida.

O que vender na loja de materiais para construção?

Defina os produtos de acordo com a demanda dos clientes e a oferta dos concorrentes. Você pode optar por oferecer itens para reformas mais simples ou materiais para construções complexas. No entanto, existem aqueles produtos básicos que são procurados com mais frequência e não podem faltar em uma loja de materiais para construção, por exemplo: Argamassa, Material para banheiro, Caixas d’água, colas, silicones e vedantes, impermeabilizantes, material de jardim, material de pintura, material elétrico, material hidráulico, rejunte, revestimento, telhas, tubos e conexões, entre outros.

Estrutura e equipamentos da loja

A área mínima de uma loja de material para construção é de aproximadamente 100m². A estrutura pode ser simples, mas deve ser bem planejada para oferecer mobilidade aos funcionários e clientes, juntamente com uma boa organização e fácil distribuição das mercadorias. Cortesias são bem recebidas, como um espaço de café ou chás, água e biscoitos. Cada ambiente da loja precisará de certos equipamentos: Show room, ambiente de exposição dos produtos, deve ter prateleiras ou gôndolas, paletes expositores, balcões para entrega dos produtos e caixa. O escritório deverá conter mesa, cadeiras, armários para documentos administrativos, computador, impressora e telefone. O almoxarifado precisa de prateleiras ou estantes de aço e paletes para material pesado.

Fornecedores para loja de material de construção

Mantenha uma lista atualizada de fornecedores de confiança, de preferência os que cumprem prazos e oferecem os melhores produtos e preços. Feiras e eventos do ramo são ótimas oportunidades para fazer novos contatos.

Funcionários da loja de materiais para construção

Comece com uma equipe reduzida. Para uma loja de pequeno porte, três funcionários costumam ser suficientes, sendo eles dois vendedores. Eles devem conhecer os produtos, ter habilidades com vendas e saber atender bem o cliente. Um caixa é importante, com conhecimentos básicos de matemática, raciocínio lógico e habilidades no atendimento ao cliente. Essa função pode ser alternada com o gerente.

Administrador ou gerente

Normalmente, essa função é exercida pelo próprio dono, mas no modelo de negócios, você pode contratar um profissional especializado, somando quatro colaboradores. Esse cargo deve ser ocupado por alguém com conhecimentos de gestão empresarial, pró-ativo, capaz de tomar decisões e liderar pessoas. Ofereça incentivos e benefícios para diminuir a rotatividade de funcionários. Isso criará um ambiente de confiança e poupará despesas com demissões, recrutamento, seleção e treinamento de novos funcionários. Claro, a folha de pagamentos e os benefícios devem caber no plano financeiro da loja. Não adianta ter os funcionários mais bem remunerados e uma linda loja se ela não der lucro.

Qual é o investimento na loja de materiais de construção?

O investimento inicial pode variar em razão de diferentes fatores, seja em razão das marcas dos produtos do estoque, móveis, decoração ou até o valor do investimento na reforma do ponto comercial. Por isso, não podemos dizer que gastará R$ 50,00, R$100 ou 200 mil reais, sem conhecer todas as características do negócio em si. Mas, como sei que precisa de uma estimativa, fiz uma simulação com dados aproximados que obtive de outros empreendedores do setor e pesquisas realizadas. Mas quero deixar claro que essa estimativa não substitui o seu planejamento financeiro. O planejamento foi realizado no simulador de negócios e obtivemos uma média de investimento total entre 93 e 120 mil reais, utilizado da seguinte maneira: reforma e adaptação do ponto comercial com reparos, pinturas, fachada e adaptações do ponto. A estimativa de gasto é de R$ 7.000 reais.

Móveis e equipamentos

Os móveis e eventuais equipamentos da loja de material de construção são um dos maiores gastos, perdendo apenas para o estoque. Estima-se que o valor médio do investimento em móveis e equipamentos seja de 14 a 20 mil reais. O valor de investimento em estoque é o que mais varia de um estabelecimento para outro. Em geral, costuma-se gastar entre 50 e 70 mil reais na compra de um bom estoque inicial.

Capital de giro

O valor do capital de giro deve levar em consideração o tempo para receber os pagamentos, prazos de pagamento dos fornecedores e o caixa mínimo. Em nossa simulação, o valor médio de capital de giro ficou em 22 mil reais. Mas cuidado, nesse tipo de negócio, o capital de giro necessário pode ser muito maior. Imagine que você montou a loja de materiais de construção e está vendendo 60 mil reais por mês com prazo para pagamento de 30 dias. Dessa maneira, você precisa ter capital de giro para bancar 30 dias de vendas. Arredondando para facilitar os cálculos, você precisaria de 30 dias desses dois mil de vendas por dia, o que daria 60 mil de capital de giro. Por isso, você deve fazer seu próprio plano e calcular corretamente o valor do capital de giro, ponto de equilíbrio e lucratividade da loja de materiais de construção.

Faturamento da loja de materiais de construção

Uma loja de material de construção estável e com clientela fatura entre 35 e 50 mil reais mensais bruto. O percentual de ganho líquido varia entre 18% a 20%, assim estima-se que sobre no caixa da empresa entre R$7.000 e R$ 10.000 reais.

Dicas para vender mais

Diversifique os canais de vendas. Lojas de materiais de construção trabalham principalmente com a venda direta no estabelecimento. Mas pode-se aumentar os ganhos focando nos canais de vendas. Para isso, você pode criar promoções em redes sociais para a região atendida, visitar construções da região e deixar o telefone para pedidos. Invista também em relacionamentos com construtores, mestres de obras e pedreiros. São pequenas ações, mas quando somadas geram mais vendas e podem fazer a diferença na lucratividade da sua loja de materiais de construção.

Por fim, ressalto a importância de iniciar uma loja de material de construção com um sistema para material de construção de confiança e consolidado no mercado, como a Netsoft, empresa de desenvolvimento de software especializado em materiais para construção.

Importância de um sistema de gestão

Um sistema de gestão, também conhecido como Sistema ERP (Enterprise Resource Planning), é fundamental para o sucesso de uma loja de materiais de construção, assim como para qualquer outro tipo de negócio. Aqui estão algumas razões pelas quais um sistema de gestão é tão importante:

  1. Eficiência Operacional: Um sistema de gestão ajuda a automatizar e otimizar as operações diárias. Isso pode incluir tudo, desde o rastreamento do estoque até a gestão das vendas e compras. Isso permite que você economize tempo e recursos, reduzindo a necessidade de tarefas manuais repetitivas.
  2. Tomada de Decisão Informada: Com um sistema de gestão, você tem acesso a dados e relatórios em tempo real que podem ajudar na tomada de decisões estratégicas. Isso pode incluir informações sobre vendas, desempenho de produtos, tendências de clientes e muito mais.
  3. Melhoria do Atendimento ao Cliente: Com um sistema de gestão, você pode rastrear o histórico de compras dos clientes, preferências e interações anteriores. Isso pode ajudar a melhorar o atendimento ao cliente, permitindo que você personalize suas ofertas e comunicações.
  4. Integração de Processos de Negócios: Um sistema de gestão pode integrar vários processos de negócios em uma única plataforma. Isso pode incluir vendas, compras, contabilidade, gestão de estoque e muito mais. Isso pode melhorar a comunicação e a colaboração entre diferentes departamentos.
  5. Controle Financeiro: Um sistema de gestão fornece ferramentas para gerenciar e monitorar as finanças do seu negócio. Isso pode incluir o rastreamento de vendas, custos, lucros e fluxo de caixa. Isso pode ajudar a melhorar a saúde financeira do seu negócio e facilitar o planejamento financeiro.
  6. Conformidade e Segurança: Um sistema de gestão pode ajudar a garantir que seu negócio esteja em conformidade com as regulamentações locais e nacionais. Além disso, ele pode fornecer recursos de segurança para proteger os dados do seu negócio e dos seus clientes.

Portanto, um sistema de gestão é uma ferramenta essencial para qualquer loja de materiais de construção que deseja operar de maneira eficiente e eficaz. Ele pode ajudar a melhorar a eficiência operacional, tomar decisões informadas, melhorar o atendimento ao cliente, integrar processos de negócios, controlar as finanças e garantir a conformidade e a segurança. É um investimento que vale a pena considerar para o sucesso do seu negócio.